Chancelado:


NOTÍCIAS




Plataforma digital promete acabar com a farra dos atestados falsos

07/06/2017

Por: Gabriel Xibli

Plataforma digital promete acabar com a farra dos atestados falsos

Estima-se que sejam emitidos entre 25.000 e 30.000 atestados médicos falsos todos os meses só no Espírito Santo.
Tecnologia da WebAtestados é chancelada pela Ames

Os atestados falsos são uma realidade e tem dado muita dor de cabeça para médicos e empresários de todo o Brasil. No Espírito Santo, estima-se que sejam emitidos mais de 25.000 atestados falsificados todos os meses. Isto implica em menos produtividade para as empresas e preocupação para os profissionais da saúde que veem suas credenciais e assinaturas parar nas mãos de estelionatários.

Um programa desenvolvido por capixabas promete reduzir o problema. O WebAtestados permite que o profissional de saúde gere um documento digital, autenticando a emissão do atestado. Para empregadores e empregados, representa mais segurança, já que poderão certificar a autenticidade do documento emitido. Para os médicos, menos dores de cabeça com fraudes em seus carimbos e assinaturas. A plataforma foi apresentada para empresários e recebeu a chancela a Associação Médica do Espírito Santo (Ames).

Darcy Lannes é sócio no desenvolvimento da tecnologia e acredita que a plataforma WebAtestados vai atender a uma crescente demanda de sustentabilidade social. “A ideia vai fazer com que as empresas aumentem sua produtividade, pois inibirá ações fraudulentas por parte de pessoas mal intencionadas. É imprescindível que neste momento de crise as empresas estejam com suas atividades a todo vapor. Se as empresas investem, elas têm o direito de se resguardar quanto a eventuais prejuízos”, diz.

Ele acredita que a inclusão da tecnologia em todos os campos da vida daqui para frente é inevitável. “Os tempos mudam e as relações de trabalho tendem a evoluir também. Então não há porque continuarmos a nos valer de procedimentos arcaicos e altamente corruptíveis, quando temos em mãos tecnologia o suficiente para tornar tudo mais eficiente e seguro para todos”, afirma.

Simplicidade, eficiência e segurança

Para ter acesso ao WebAtestados, basta acessar https://webatestados.com/ e fazer o cadastro. O médico ou a empresa deverá se cadastrar no site e informar o código verificador, enviado por e-mail. O investimento para empresas é de R$ 80 reais por ano (cerca de R$ 6 por mês). Médicos estão isentos.

Para o uso do celular, por que se curvar?  

07/04/2017

Autor(a): Ana Cristina Borges de Aguiar Bissoli

Frequentemente nos deparamos com pessoas usando seus aparelhos telefônicos, adotando uma postura na qual a coluna encontra-se desalinhada, e a cabeça indo de encontro ao aparelho telefônico.

Como se não bastasse os maus hábitos diários da população, ao sentar-se, ao andar, carregar objetos, etc. O uso do celular por milhões de pessoas vem contribuindo para queixas dolorosas frequentes nos consultórios.

A má postura ao teclar o dispositivo representa enorme prejuízo para a coluna, provocando dores na coluna cervical e de cabeça.

Pesquisadores da New York Spine Surgery & Rehabilitation Medicine analisaram através de um modelo da coluna cervical, criado com valores realistas através do software Cosmosworks, que o peso sobre a medula cervical aumenta dramaticamente ao flexionar o cabeça para frente em graus variados.

Foto: Neuro and Spine Surgery

 

A perda da curva natural da coluna cervical leva ao aumento do estresse, que pode levar a degeneração precoce.

Embora seja quase impossível evitar as tecnologias, os indivíduos devem esforçar-se em olhar seus telefones com a coluna vertebral em posição neutra (no alinhamento adequado o estresse é diminuído), evitar o uso do aparelho por horas por dia, além disso  nunca prensar o telefone  entre a cabeça e o ombro.


!